Treinamento e Recursos

Aprenda a fazer o currículo perfeito e destacar-se na multidão.

44 Dicas Para Redigir Um Currículo Perfeito

Aprenda a redigir um currículo perfeito e brilhar

Sim, hoje em dia você precisa estar muito perto da perfeição para poder fazer frente aos demais candidatos que assim como você, precisam conseguir um emprego urgentemente. Neste artigo, vamos focalizar nos pontos que você deve dar atenção para fazer aquele currículo que vai fazer você deixar de ser apenas mais um: o currículo perfeito.

1. Conheça o propósito do seu currículo

Algumas pessoas escrevem o currículo, com o objectivo único de  conseguir emprego. Como resultado, eles acabam ficando com a imagem de desesperados caçadores de emprego. O objectivo do seu currículo é conseguir uma entrevista, e a entrevista é que vai resultar em emprego.

2. Contextualize as suas qualidades e pontos fortes

Em vez de criar uma lista longa (e chata), com todas as suas qualidades (por exemplo, disciplinado, criativo, dinâmico), tente conectá-los com a vida real e com experiências de trabalho.

3. Certifique-se de usar as palavras-chave correctas

A maioria das empresas (mesmo as pequenas) já estão a usar bases de dados digitais para procurar candidatos. Isso significa que o departamento de RH irá executar pesquisas baseadas em palavras-chave específicas. Se o seu currículo não tiver as palavras-chave relacionadas ao trabalho que está a candidatar-se, você estará fora antes mesmo do jogo começar.

4. Use títulos eficazes

Goste ou não, os empregadores costumam avaliar seu currículo em 5 segundos. Neste período de tempo o aspecto mais importante serão os títulos que você apresenta no currículo, por isso certifique-se que chamar a atenção. Tente ser o mais descritivo possível, dando ao empregador uma boa ideia sobre a natureza das suas experiências de trabalho anteriores.

Exemplos:
Mau título: Contabilidade
Bom título: Gestão de A/R e A/P e Escrituração

5. Fazer revisões

Seria difícil enfatizar a importância da revisão do seu currículo. Um pequeno erro de digitação e as suas chances de ser contratado poderiam escorregar. Corrigir uma vez não é suficiente, faça-o duas vezes, três vezes, ou quantas vezes forem necessárias.

6. Usar pontos

Nenhum empregador terá o tempo (ou paciência) para ler longos parágrafos de texto. Certifique-se, portanto, de usar pontos e frases curtas para descrever suas experiências, formação educacional e objectivos profissionais.

7. Onde você vai?

Incluir metas profissionais pode ajudá-lo a dar aos empregadores uma ideia de onde você pretende chegar e como pretende chegar lá. Você não precisa ter uma secção especial dedicada aos seus objectivos profissionais, no geral o currículo deve mostra-los. A questão destacar ou não os seus objectivos de carreira no currículo é uma uma polémica entre os gestores de RH, isso vai depender de si. Se decidir incluí-los, certifique-se de que não são genéricos.

8. Coloque as informações mais importantes em primeiro lugar

Este ponto é válido tanto para o seu CV no geral, bem como às secções individuais. Na maioria das vezes a sua experiência anterior de trabalho será a parte mais importante do currículo, coloque-a no topo. Ao descrever suas experiências ou habilidades, liste as mais importantes primeiro.

9. Atenção para a tipografia

Em primeiro lugar certifique-se de que suas fontes são grandes o suficiente. Não escolha nada menor que o tamanho 11, mas 12 é provavelmente mais seguro. Não use letras maiúsculas em todo o documento, lembre-se que seu objectivo é transmitir uma mensagem da forma mais rápida clara possível. Quanto ao tipo de letra, geralmente Arial e Times são boas escolhas.

10. Não inclua informações “Sejam sérios”

Há muitas pessoas que gostam de incluir declarações como “Disponível para entrevista” ou “Referências disponíveis mediante solicitação.” Se enviar um currículo para uma empresa, este acto deve significar que você está disponível para uma entrevista e que vai fornecer referências. Evitar itens que farão com que o empregador ache que “não quer brincadeiras”

11. Explicar os benefícios de suas habilidades

Apenas afirmar o que pode fazer por ela, não vai chamar a atenção do empregador. Se você conseguir explicar como ela irá beneficiar a empresa, e remeter a resultados tangíveis, então você irá melhorar as suas chances de admissão.

12. Evite negatividade

Não inclua informações que possam o fazer parecer negativista aos olhos do empregador. Isso é válido tanto para o seu currículo quanto a entrevistas. Você não precisa incluir, por exemplo, coisas que  não gostava na sua última empresa.

13. Conquistas em vez de responsabilidades

Currículos que incluem uma longa lista de responsabilidades são simples, chatos, e não é eficientes. Em vez de listar responsabilidades, descreva as suas realizações profissionais.

14. Sem imagens

Claro, nós sabemos que você é muito bonito, mas a menos que esteja concorrendo para um trabalho onde as características físicas são muito importantes (por exemplo, modelagem, actuação e assim por diante), ou que o empregador solicite especificamente, evite adicionar sua foto no currículo. Este ponto não se aplica a perfis profissionais na internet, onde não concorre a nenhuma vaga específica, como é o caso do seu perfil no nosso site.

15. Use números

Quando estiver a descrever as suas realizações profissionais anteriores, seria uma boa ideia falar de números para tornar a descrição a mais sólida possível. Os números são os teus amigos. Não mencione apenas que aumentou as receitas anuais de sua divisão, diga que aumentou em $100.000, em 78%, e assim por diante.

16. Um currículo perfeito para cada empregador

Um dos erros mais comuns que as pessoas cometem é criar um currículo padrão e enviá-lo para todas as vagas de emprego que elas encontram. É verdade que você vai economizar tempo, mas também irá diminuir consideravelmente as chances de conseguir uma entrevista (por isso, na realidade, pode até representar um desperdício de tempo). Adeqúe o seu currículo para cada empregador. O mesmo se aplica às suas cartas de apresentação.

17. Identificar os problemas do empregador

Um bom ponto de partida para adaptar o seu currículo para um empregador específico é identificar possíveis problemas que ele possa ter em mãos. Tente entender o mercado da empresa onde concorre para um trabalho, e identifique que tipo de dificuldades eles possam estar a passar. Depois ilustre no seu currículo como você e suas habilidades ajudariam a resolver esses problemas.

18. Evitar a discriminação por idade

É ilegal discriminar pessoas por causa de sua idade, mas alguns empregadores não levam isso em conta. Por que arriscar? A menos que especificamente solicitado, não inclua a sua idade no seu “currículo perfeito”.

19. Você não precisa listar todas as suas experiências de trabalho

Se você tem experiências de trabalho das quais não se orgulha, ou que não são relevantes para a actual oportunidade, você deve apenas omiti-las. Dizer que vendeu hambúrgueres quando tinha 17 anos, provavelmente não vai ajudá-lo a conseguir uma posição executiva.

frustrada-desempregada

20. Vá com o que tem

Se você nunca teve qualquer experiência de trabalho real, inclua seus empregos de férias ou trabalho voluntário. Se ainda não é formado, mencione o nível e a data estimada para a conclusão. Enquanto esses pontos são relevantes para o trabalho em questão, não importa se são oficiais ou não.

21. Venda seu peixe

Lembre-se que está a tentar vender a si mesmo. Contanto que não passe por cima da borda, todos os esforços de marketing que puder colocar no seu currículo lhe darão uma vantagem sobre os outros candidatos.

22. Não inclua informações irrelevantes

Informação irrelevante como filiação política, religião e preferência sexual servem para nada. Na verdade, podem até prejudicar suas chances de conseguir uma entrevista.

23. Use Sr. e Sra., se necessário

Se você tem um nome de género neutro, como Mia e Irone  não se esqueça de incluir o prefixo Sr. ou Sra., de modo que os empregadores não vai fiquem confusos sobre o seu sexo.

24. Sem mentiras, por favor

Seria engraçado observar a quantidade de pessoas que mentem nos seus currículos. Mesmo pequenas mentiras devem ser evitadas. Além de ser errado, a maioria dos departamentos de RH fazem verificações de antecedentes, e se você for um mentiroso, isso poderia arruinar a sua credibilidade.

25. Manter o salário em mente

A imagem que você vai criar com o seu currículo deve corresponder ao nível salarial e de responsabilidade que busca.

26. Analisar anúncios de emprego

Você vai encontrar muitas informações úteis lendo anúncios de emprego. Analise não apenas o anúncio no qual se candidata, mas também aqueles de empresas no mesmo segmento ou que oferecem cargos relacionados. Você deve ser capaz de identificar o perfil que eles  procuram e como a informação deve ser apresentada.

27. Peça a alguém para rever o seu currículo perfeito

Mesmo que ache que seu CV está uma maravilha , seria uma boa ideia obter uma segunda e terceira opinião sobre ele. Nós geralmente torna-mo-nos cegos aos nossos próprios erros, por isso terceiros estarão numa posição melhor para avaliar a qualidade geral do seu currículo e fazer sugestões apropriadas.

28. Uma ou duas páginas

O comprimento ideal para um currículo perfeito é um assunto polémico  A maioria dos empregadores e especialistas em recrutamento, no entanto, dizem que ele deve conter uma ou duas páginas no máximo. Basta garantir que toda a informação importante esteja lá.

29. Use verbos de acção

Um conselho muito comum aos candidatos a emprego é a utilização de verbos de acção  Mas o que são eles? Verbos de acção são basicamente verbos que serão notados com mais facilidade, e que irão mostrar com clareza a sua experiência e realizações. Exemplos incluem gerir, treinar, executar e planear.

30. Utilize uma boa impressora

Nas versões impressas do seu CV, certifique-se de usar uma impressora decente. As impressoras a laser geralmente fazem um bom trabalho. Papel branco é o preferido também.

31. Sem passatempos

A menos que esteja 100% certo de que alguns dos seus hobbies vão ajudar na sua candidatura, evite mencioná-los. Eu sei que você tem orgulho da sua equipa de natação, mas partilhe isso com os seus amigos e não com potenciais empregadores.

32. Actualize seu currículo regularmente

É uma boa ideia actualizar seu currículo numa base regular. Adicione todas as novas informações que ache relevantes, bem como cursos, treinamentos e outras qualificações académicas que possa receber ao longo do caminho. Esta é a melhor maneira de manter o controlo de tudo e ter certeza de que não vai acabar enviando um documento obsoleto para o empregador.

33. Mencione com quem trabalhou

Se  trabalhou com alguém que é bem conhecido no seu sector, poderia ser uma boa ideia mencioná-lo no currículo. A mesma coisa aplica-se aos presidentes e PCAs. Se você relatou ou trabalhou directamente com executivos altamente classificados, mencione-os no currículo.

34. Nenhuma informação dispersa

Seu “currículo perfeito” deve ter um foco claro. Pode causar uma impressão negativa se você mencionar que, num ano estava a estudar drama, e no seguinte estava a trabalhar como contabilista. Certifique-se de que todas as informações que irá incluir vão cooperam no sentido apresentar uma imagem unificada. Empregadores gostam de pessoas decididas.

35. Estrutura e espaçamento

Não entope seu currículo com texto. O espaço em branco entre as palavras, linhas e parágrafos pode melhorar a legibilidade do seu currículo.

36. Listar de todas as suas posições

Se você trabalhou muito tempo na mesma empresa (mais de 10 anos) pode ser uma boa ideia listar todos os diferentes cargos e funções que teve durante este tempo separadamente. Você provavelmente teve diferentes responsabilidades e desenvolveu habilidades diferentes em cada função, o empregador vai gostar de conhecê-las.

37. Sem calão ou gíria

Calão ou gírias nunca devem estar presentes em um currículos  Quanto ao calão técnico, não assuma que o empregador vai saber do que você está a falar. Mesmo que esteja a enviar seu currículo para uma empresa do mesmo segmento, a pessoa que vai lê-lo pela primeira vez pode não ter qualquer conhecimento técnico.

38. Cuidado com modelos de currículo

Existem muitos sites que oferecem modelos de currículo gratuitos. Eles podem ajudá-lo a ter uma ideia do que está a procura, mas não cometa o erro de copiar os mais populares. Você certamente não quer parecer com qualquer outro candidato, não é?

39. Criar uma versão para email

É muito provável que você tenha que enviar o seu currículo via e-mail para a maioria das empresas. Além de ter um documento do Word pronto para ir como um anexo, você também deve enviar uma versão em texto do seu currículo, que não apareça desfigurada no corpo do e-mail ou em formulários on-line. Os anexos podem ser bloqueados por filtros de spam, e muitas pessoas simplesmente preferem ver o currículo no corpo do próprio e-mail.

40. Retire suas experiências de trabalho mais antigos

Se você tem trabalhado por 20 anos ou mais, não há necessidade de ter duas páginas do seu currículo listando todas as suas experiências de trabalho. A maioria dos especialistas concordam que os últimos 15 anos de sua carreira são suficientes. Esqueça aquele seu trabalho naquele café…

41. Não há detalhes de design extravagantes

Não use um fundo colorido, fontes artísticas ou imagens no seu currículo. Claro, você pode pensar que as pequenas flores abrilhantam o documento, mas algumas pessoas podem simplesmente coloca-lo de lado.

42. Não há pronomes

Seu currículo não deve conter os pronomes “eu” ou “mim.” É assim que normalmente estruturamos as frases, mas partindo do princípio que o seu currículo é um documento sobre a sua pessoa, usar esses pronomes é completamente redundante.

43. Não se esqueça do básico

A primeira coisa no seu currículo deve ser o seu nome. Deve ser ousado e com uma fonte maior do que o resto do texto. Certifique-se de que seus dados de contacto são claramente indicados.

44. Considere a obtenção de ajuda profissional

Se você está a ter dificuldades para criar um currículo perfeito, ou se não está a receber nenhuma resposta das empresas, você pode considerar a contratação de um serviço de redacção profissional currículos .