Planad Angola – O Guia de Recrutamento

Este artigo reúne toda a informação sobre vagas de emprego na Planad, caso tenha interesse em iniciar uma carreira nesta instituição, continue lendo este guia e siga as dicas até que esteja pronto para seguir carreira.

Sobre a Planad Angola

Planad Angola – Planeamento e Informática, Lda. é uma empresa de capitais angolanos, fundada em 1990, que fornece soluções integradas de produtos e serviços na área das Tecnologias de Informação. Durante os primeiros oito anos de actividade, dedicou-se à comercialização de hardware e software, bem como ao desenvolvimento de projectos de instalação de redes estruturadas.

Consultar Vagas do Planad

É aconselhável que consulte regularmente as mais recentes oportunidades de emprego publicadas pela empresa  visitando o endereço vagas na Planad em Angola. Encorajamos a enviar a sua candidatura.

Acompanhe as mais recentes notícias do Planad

 

Vagas na Planad Angola

Outra forma de manter-se conectado com o Planad é acompanhando a página de noticias da empresa aqui. Assim, você pode colher informação valiosa para uma eventual candidatura no futuro. Também é uma boa ideia inscrever-se na Newsletter da empresa.

Como candidatar-se à vagas de emprego do Planad

Você deve especificar no CV e na carta a área que gostaria de trabalhar, bem como o cargo específico que pretende ocupar. Feito isso você poderá elaborar o seu currículo personalizado para a Planad, inclua aqueles detalhes que sejam relevantes para área em que pretende trabalhar. Nem toda a sua experiência vai ser relevante, foque-se na experiência que case com as descrições dos cargos que pretende ocupar.

Primeiros passos para trabalhar no Planad

É hora de preparar a sua carta de apresentação e o currículo para enviar a sua candidatura, caso contrário, foque-se em aprimorar as suas qualificações com formação e estágio profissional, muitas vezes poderá ser exigida alguma experiência para ocupar determinadas vagas, por isso esteja sempre aberto para realizar actividades que lhe possam dar a experiência necessária, mesmo que não sejam trabalhos efectivos.